quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Audiência na Câmara: Especialistas defendem diagnóstico precoce e tratamento pelo SUS para disléxico

Especialistas defenderam nesta terça-feira, na Câmara dos Deputados, o diagnóstico precoce para garantir qualidade de vida de criança disléxica ou com déficit de atenção. A Comissão de Educação realizou audiência pública para ouvir avaliar as dificuldades de aprendizado.
Deputada Mara Gabrili
A dislexia é a dificuldade de compreensão de textos escritos. Já o déficit de atenção faz com que o aluno não consiga se concentrar o suficiente para aprender. Nos dois casos, o professor neuropediatra da Faculdade de Medicina do ABC Rubens Wajsztejn, explicou que o diagnóstico precoce é fundamental para garantir qualidade de vida para a criança.
Equipe multidisciplinar
Na opinião do neuropediatra, o Sistema Único de Saúde (SUS) deve oferecer diagnóstico e tratamento com o acompanhamento de uma equipe multidisciplinar com médicos, psicólogos e fonoaudiólogos. "É fundamental a Câmara dar uma resposta a esse apelo da sociedade principalmente para aqueles indivíduos que frequentam a escola pública e não podem dispor de dinheiro para tratamentos especializados."
A Faculdade de Medicina do ABC possui três equipes para atendimento de pacientes com transtornos de desenvolvimento. Uma equipe multidisciplinar faz a avaliação. Detectado algum problema, a equipe de intervenção começa o tratamento. Ainda há uma terceira equipe - a equipe volante - que atende escolas públicas nas três cidades que compõem o ABC: Santo André, São Bernardo e São Caetano do Sul.
Tratamento clínico
Nem todos, porém, concordam que os transtornos de aprendizado tenham que ser tratados de forma clínica.
Para Teresa Rachael Rodrigues, que é representante do Fórum Medicalização da Educação e da Sociedade, o sistema educacional não é flexível para atender às necessidades das crianças. Ela ressaltou que há referência em vários lugares do mundo, inclusive no Brasil, de escolas que têm uma forma diferente de funcionar. “Lá não entram nem a palavra TDAH [Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade], nem dislexia em função de a metodologia da escola não ser causadora desse tipo de discussão, ou seja, de a criança não estar adequada. Na verdade pode se pensar que é o sistema que não está adequado, mas é mais fácil medicar a criança e silenciá-la."
Educação inclusiva 
Para a deputada Mara Gabrilli (PSDB-SS), que propôs o debate, assuntos ligados à educação inclusiva têm de ser discutidos permanentemente para que a sociedade saiba mais sobre os problemas e possa procurar seus direitos. "A gente quer que as pessoas que tenham transtornos de déficit de atenção com hiperatividade ou dislexia ou qualquer outro transtorno de aprendizagem não sejam discriminadas. Eu acredito que todo aluno tem capacidade de aprender. A gente precisa aprender como ensinar e é isso que muitas vezes falta."
A Comissão de Educação já aprovou o projeto (PL7081/10) que obriga o poder público a manter programa de acompanhamento integral para estudantes com transtornos de aprendizado.
O acompanhamento integral previsto no projeto compreende identificação precoce, encaminhamento para diagnóstico, apoio educacional na rede de ensino e apoio terapêutico especializado na rede de saúde. A proposta agora está sendo analisada pela Comissão de Finanças e Tributação.

Íntegra da proposta:


http://www2.camara.leg.br/camaranoticias/noticias/EDUCACAO-E-CULTURA/455283-ESPECIALISTAS-DEFENDEM-DIAGNOSTICO-PRECOCE-E-TRATAMENTO-PELO-SUS-PARA-DISLEXICO.html

10.000 acessos



Meus caros,

no final de maio deste ano participei de um curso de informática promovido pela SME que, entre outros temas, ensinava a fazer Blog. Os professores foram Pedro Félix e Eliana do Amaral.
Ainda na aula defini o nome EDUCAGIL e fiz a primeira postagem, como teste. Desde o dia 29/05 foram 578 postagens, com total predominância sobre a educação.
O meu propósito é fazer uma seleção de assuntos que possam contribuir para a informação e, a partir da análise individual, se chegar ao conhecimento.
Continuarei despretensioso no alcance do público, mas muito atento na escolha dos assuntos. No entanto, escrevo este texto para agradecer os 10.000 acessos ao EDUCAGIL. É claro que essa é uma marca significativa, considerando-se o curto período; é claro que isso me impulsiona para continuar; é claro que tenho gostado de fazer isso.
Há um fato que é importante ressaltar: não tem faltado matérias sobre educação. Ou seja, esse já é um assunto presente e constante nos meios de comunicação. Portanto, o que fazemos é notícia. E podemos fazer mais notícias e dar publicidade ao nosso fazer. Este Blog se dispõe a isso. Enviem comentários, sugestões e críticas.

Podemos crescer, e aparecer, juntos.

Muito obrigado.

Gilberto Fraga de Melo

Em Cuiabá: Semana Nacional de Ciência e Tecnologia

MARCELLA LÍRIO
Assessoria/Secitec-MT
Com expectativa de reunir cerca de 15 mil pessoas durante os três dias, a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT) começa nesta quarta-feira (23), a partir das 8h, no Centro de Eventos do Pantanal, em Cuiabá. A abertura oficial será às 20h, com a presença do ex-jogador de vôlei da Seleção Brasileira, e campeão mundial Carlão. Norteada pelo tema “Ciência, Saúde e Esporte”, a SNCT é realizada simultaneamente em todo o País, em Mato Grosso é promovida pela Secretaria de Ciência e Tecnologia (Secitec), de 23 a 25 de outubro.

Segundo o secretário-ajdunto da Secitec e coordenador do evento, Adriano Breunig, a ideia é atingir também o público universitário nesta décima edição do evento. “Além dos ensinos Fundamental e Médio, as atividades estão voltadas para os universitários. Pretende mostrar de forma simples e didática, os avanços da ciência e os resultados do desenvolvimento tecnológico no Brasil e no mundo, por meio de oficinas, palestras, trabalhos de iniciação científica e tendas de ciência”, explicou.

A programação incluiu palestra motivacional com ex-atleta Carlão, e outra sobre Inovação, com Luiz Langbeck, gerente da empresa 3M do Brasil, uma das organizações mais inovadoras do mundo. Entre as oficinas, destaca-se a de Robótica Interativa, que será ministrada por alunos da Pontifica Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS), a Polícia Militar fará uma demonstração do robô antibomba (equipamento usado pelas forças de segurança de todo o mundo).

Instituições de pesquisa; escolas públicas e privadas; institutos de ensino tecnológico; fundações de apoio à pesquisa; secretarias estaduais e municipais de C&T e de educação; empresas públicas e privadas e meios de comunicação, também farão apresentações.

O evento é gratuito, para participar das palestras é preciso fazer a inscrição pelo site www.secitec.mt.gov.br/inscricao/.


Clique no link para ver a programação:

http://www.secitec.mt.gov.br/noticias/semana-nacional-de-ciencia-e-tecnologia-comeca-nesta-quarta-e-espera-atrair-15-mil-visitantes/97993

Estudo diz que atividade física melhora desempenho de alunos

(Foto: Cheryl Empey/Sxc.hu)
Nova pesquisa britânica publicada mostra que praticar exercícios regularmente melhorou as notas escolares de adolescentes e ajudou particularmente as meninas nos estudos de ciências.
Segundo descobertas divulgadas na edição online do periódico britânico "Journal of Sports Medicine", quanto mais ativas fisicamente forem, melhor o desempenho das crianças na escola. E, de acordo com um comunicado de imprensa, os "resultados das meninas em ciências pareceram ser aqueles que mais se beneficiaram" das atividades físicas.
Há muito tempo se acredita que movimentar o corpo impulsiona o funcionamento do cérebro, mas poucas evidências científicas existiam até agora. Para fazer o estudo, cientistas de Inglaterra, Escócia e Estados Unidos mediram o nível de atividade física de quase 5.000 meninos e meninas de 11 anos, que vestiram um "acelerômetro" leitor de movimento durante uma semana.
Seu desempenho acadêmico em inglês, matemática e ciências foi avaliado aos 11, 13 e 16 anos de idade. As crianças mais ativas fisicamente aos 11 anos tiveram um desempenho melhor nas três fases e em todas as disciplinas.
De acordo com os resultados, cada 17 minutos de exercícios diários aos 11 anos produziram uma melhora adicional nas notas dos meninos, e 12 minutos diários para as meninas com 16 anos.
O efeito foi notavelmente grande para as meninas em aulas de ciências. "Esta é uma descoberta importante, especialmente à luz da atual política do Reino Unido e da Comissão Europeia de aumentar o número de meninas em temas científicos", escreveram os autores.
No entanto, os cientistas se preocuparam em observar que aos 11 anos, os meninos praticam em média 29 minutos de exercícios de moderados a vigorosos por dia e as meninas, cerca de 18 minutos, muito menos do que os 60 minutos recomendados.
Continue lendo:
http://g1.globo.com/bemestar/noticia/2013/10/estudo-diz-que-atividade-fisica-melhora-desempenho-de-alunos.html

Lasanha de berinjela vence concurso culinário e será inserida no cardápio da alimentação escolar

Lasanha de berinjela será inserida no cardápio da alimentação escolar de 2014 A receita de Lasanha de Berinjela, elaborada pela Técnica de Nutrição Alimentar Maria Liana Rodrigues dos Santos, da Escola Municipal de Educação Básica (Emeb) São Sebastião, será inserida no cardápio da alimentação escolar de 2014 das escolas e creches municipais.
A receita foi a vencedora do concurso culinário 2013, promovido pela Secretaria de Educação de Cuiabá, por meio da Coordenadoria de Nutrição Escolar. O concurso, direcionado a todos os Técnicos de Nutrição Escolar (TNE) de escolas e creches da rede municipal de Cuiabá, elegeu as cinco melhores receitas.
Todas essas receitas serão inseridas no cardápio de 2014, que vai atender quase 50 mil alunos das 145 unidades escolares de Cuiabá. Diariamente, são servidas nas unidades de ensino do município aproximadamente 68 mil refeições.
Segundo a TNE Maria Liana, os ingredientes de sua receita são os mesmos das outras de lasanha de berinjela, o diferencial é a forma de preparar. “Eu costumo caprichar no tempero e o molho precisa ser bem cremoso”, explica a técnica.
Há 13 anos trabalhando como técnica de nutrição escolar na escola São Sebastião, Maria Liana já conhece a preferência das crianças por determinado alimento. Ela diz que boa parte dos alunos da escola onde trabalha não aceitava a berinjela na merenda e foi por isso que ela tentou variar a forma de preparar o legume. “Eu dei uma incrementada e a aceitação foi muito grande. Eles até pedem para repetir. Tenho certeza que esta receita será um sucesso nas outras escolas também”, disse a TNE.
Em segundo lugar no concurso ficou a receita de Carne moída enriquecida, da TNE Sebastiana da Silva de Souza, do CMEI Leonel Brizola; em terceiro lugar ficou a receita de Farofa nutritiva colorida, criada por Agraiza Vieira de Souza, da Emeb Jescelino José Reiners; a quarta colocada foi a TNE Jucimaire Paes de Arruda, do Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Leonel Brizola, com a receita Pavê de maçã; em quinto lugar ficou a receita de Carne moída com proteínas da soja e legumes, elaborada por Marly de Jesus Lima, da creche Aecim Tocantins.
O julgamento das receitas foi feito por uma banca examinadora, formada por uma nutricionista, uma gastrônoma e uma representante da Secretaria de Educação.
Conforme a coordenadora de Nutrição Escolar da SME, Mônica Rosa da Silva, os critérios usados para a escolha da melhor receita, além do sabor e aceitação pelas crianças, foram a disponibilidade e custo dos alimentos. “É importante que a receita seja feita com alimentos regionais e que contenha nutrientes necessários para uma alimentação saudável”, explica Mônica.
Segundo o secretário de Educação de Cuiabá, Gilberto Figueiredo, os técnicos de nutrição escolar da rede municipal participam regularmente de qualificação profissional e a qualidade das receitas selecionadas no concurso foi a comprovação de que eles não são apenas cozinheiros, mas sim profissionais preparados para lidar com a alimentação escolar”.

Fonte:  Rosane Brandão
http://www.cuiaba.mt.gov.br/noticias?id=7689

Prefeitura de Cuiabá decreta ponto facultativo o dia 28 outubro

A Prefeitura de Cuiabá decretou ponto facultativo o dia 28 de outubro (segunda-feira) nos órgãos municipais, por conta do Dia do Servidor Público.

O ponto facultativo, no entanto, não se aplica aos plantões necessários às atividades de caráter essencial, tais como: saúde, coleta de lixo, manutenção de distribuição de água e defesa civil.
Confira abaixo as demais datas comemorativas deste ano, conforme decreto nº 5.255, de 31 de dezembro de 2012, que considera os feriados civis declarados pelas leis federais e municipais:

02 de novembro (sábado): Dia de Finados – Feriado nacional;
15 de novembro (sexta-feira): Proclamação da República – Feriado nacional;
20 de novembro (quarta-feira): Homenagem ao Líder Negro Brasileiro “Zumbi dos Palmares” – Feriado municipal;
08 de dezembro (domingo): Dia de Nossa Senhora da Conceição – Feriado municipal (religioso);
25 de dezembro (quarta-feira): Natal – Feriado nacional.

O decreto afirma que não geram direitos, nem descanso remunerados as datas que por Lei Municipal forem declaradas comemorativas, ficando a critério de cada entidade de classe ou instituição competente, a determinação de suspensão de expediente nesses dias, desde que comuniquem com antecedência mínima de cinco dias úteis.

Fonte:  Secretaria de Comunicação - 3645-6054
http://www.cuiaba.mt.gov.br/noticias?id=7693

Projeto do Instituto Federal do Ceará possibilita ao deficiente visual ler qualquer tipo de texto

Da Agência Brasil
Brasília - O primeiro dia da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia tem como um dos destaques o Laboratório de Inovação Cientifica do Instituto Federal do Ceará (IFCE), que trouxe tecnologias inovadoras de acessibilidade para deficientes visuais.
O IFCE apresentou o Portáctil, projeto que tem como slogan “O mundo em braille”. O equipamento, que é portátil, possibilita que o deficiente visual consiga ler por meio do tato qualquer obra escrita. Basta que o usuário capture, por meio de um tablet, o que for ler e o sistema transfere o que foi capturado para um navegador que tem três células braile e permite ao deficiente visual o entendimento do texto.
“Nós estamos felizes com o projeto. Ele possibilita que o deficiente visual possa estudar em qualquer lugar sem que a escola tenha que se adaptar”, disse Bruno Martins, aluno do instituto e estudante da engenharia da computação.
A Semana Nacional de Ciência e Tecnologia é feita em todo o país no mês de outubro desde 2004, sob a coordenação do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, com a colaboração de entidades e instituições de ensino, divulgação e pesquisa. Seu objetivo é mobilizar a população, em especial crianças e jovens, a respeito de temas e atividades na área. O evento em Brasília ocorre até domingo (27), no pavilhão do Parque da Cidade.   

Edição: Fábio Massalli
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-10-21/projeto-do-instituto-federal-do-ceara-possibilita-ao-deficiente-visual-ler-qualquer-tipo-de-texto

Santos: Controle de presença de alunos por biometria

Rafael Motta
Do UOL, em Santos

A Secretaria de Educação de Santos (72 km de São Paulo) controlará eletronicamente a presença dos alunos em sala de aula a partir do próximo ano. Um sistema biométrico, de identificação por meio de impressões digitais e um cadastro com foto, está sendo testado em quatro colégios municipais desde sexta-feira (18) e eliminará a tradicional lista de chamada em sala de aula.

Segundo a secretária, Jossélia Fontoura, a biometria ajudará a diminuir a quantidade de faltas e as "fugas" de estudantes entre uma aula e outra – o índice de ausências não foi informado. Também espera-se que o sistema ajude a controlar a quantidade de comida preparada nas refeições servidas aos alunos, reduzindo desperdícios. A rede municipal tem 22 mil matriculados no ensino fundamental.
Os pais serão avisados automaticamente da ausência de alunos por SMS (mensagens de texto) enviados a seus telefones celulares. "Isso também favorece os professores, que ganharão tempo por não ter de controlar a frequência dos alunos em lista de chamada nem em diário de classe", afirma Jossélia.

A conferência biométrica ocorrerá de forma diferente em cada fase do fundamental. Para alunos do 1º ao 5º ano, um computador conectado a um aparelho coletor de impressões digitais ficará na entrada de cada escola. Do 6º ao 9º ano, os aparelhos estarão instalados nas classes. "Como há vários professores, a verificação [de presença] será feita antes de cada aula".

Continue lendo:
http://educacao.uol.com.br/noticias/2013/10/22/escolas-municipais-de-santos-controlarao-presenca-de-alunos-por-biometria.htm

Audiência na Câmara de Deputados debate criação de Exame Nacional de Avaliação do Magistério

A Comissão de Educação promove audiência pública nesta quinta-feira (24), às 9h30, para discutir o Projeto de Lei 6.114/09, que institui o Exame Nacional de Avaliação do Magistério da Educação Básica (Enameb).

A audiência foi pedida pela deputada Professora Dorinha Seabra Rezende (DEM-TO), relatora do projeto, já aprovada pelo Senado. O exame proposto avaliará o desempenho dos profissionais de educação básica em escolas públicas e privadas, em cooperação com os sistemas de ensino dos Estados, dos Municípios e do Distrito Federal.

Participantes
Foram convidados para a audiência:
  • o ministro de Estado da Educação, Aloizio Mercadante;
  • o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Luiz Cláudio Costa;
  • o secretário de Educação de Florianópolis e representante da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), Rodolfo Joaquim Pinto da Luz;
  • a secretária de Educação de Mato Grosso e representante do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), Rosa Neide Sandes de Almeida; e
  • o presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), Roberto Franklin de Leão.
O debate está marcado para o Plenário 10.

Íntegra da proposta:



Da Redação/DL



http://www2.camara.leg.br/camaranoticias/noticias/EDUCACAO-E-CULTURA/455111-AUDIENCIA-DEBATE-CRIACAO-DE-EXAME-PARA-PROFESSORES-DA-EDUCACAO-BASICA.html

Covid-19 - MEC divulga diretrizes para volta às aulas presenciais nas Instituições Federais de Ensino

Acesse aqui o Documento  https://vps3574.publiccloud.com.br/cartilhabio.pdf