sábado, 17 de agosto de 2013

Greve na educação municipal: nota da Prefeitura

Diante da decisão da Sindicato dos Trabalhadores da Educação de Cuiabá (Sintep) de decretar greve na rede municipal de ensino a partir do próximo dia 22, a Prefeitura de Cuiabá informa o que segue:
1 - A prefeitura já concedeu a todos os profissionais da rede municipal de ensino de Cuiabá 5,8% de ganho real de salários em 2013 - nos meses de fevereiro e março - e mais 6,97% de reposição de perdas inflacionárias na data-base da categoria, no mês de julho. Portanto, os reajustes concedidos aos profissionais da educação de Cuiabá em 2013 totalizam 12,77%, contra 4,9% concedidos em 2012;
2 - Além do reajuste, a Secretaria de Educação vem garantindo direitos funcionais e trabalhistas da categoria, a exemplo da concessão de aproximadamente 1.000 licenças-prêmio que estavam represadas. Este número é maior que a soma de todas as licenças que foram concedidas nos últimos quatro anos;
continue lendo:
http://www.cuiaba.mt.gov.br/noticias?id=7310

Professores e Governo não entram em consenso e greve continua

Professores e os secretários de Educação (Seduc), Ságuas Moraes, e de Administração, Francisco Faiad, se reuniram nesta sexta-feira (16), mas não chegaram a um consenso para colocar fim à greve que já dura cinco dias nas escolas estaduais de Mato Grosso. Contudo, cada parte teve uma avaliação da rodada de negociações.

Para o presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público (Sintep), Henrique Lopes, o governo mostrou falta de compromisso com a categoria. “Como prevíamos a Seduc manteve o mesmo posicionamento da reunião anterior, colocando empecilhos e trazendo pouquíssima coisa de concreto. Na nossa avaliação, o que nos foi apresentado é muito pouco”, afirmou Henrique.
http://www.midianews.com.br/conteudo.php?sid=3&cid=169562

Greve na educação municipal de Cuiabá

A rede municipal de Ensino de Cuiabá deflagrou greve por tempo indeterminado, na tarde desta sexta-feira (16), por considerarem insuficiente a proposta de reajuste salarial de 6,97%, apresentada pelo secretário de Educação, Gilberto Figueiredo. Deixa de funcionar em Cuiabá, a partir da próxima quinta-feira (22), creches e escolas.
De acordo com informações do Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público (Sintep), a decisão foi tomada por ampla maioria em assembleia geral, realizada na Escola Estadual Liceu Cuiabano. Segundo eles, a proposta da Prefeitura de Cuiabá repõe apenas o valor da inflação, não concedendo nenhum ganho real a categoria.
http://www.olhardireto.com.br/noticias/exibir.asp?noticia=Rede_de_ensino_de_Cuiaba_deflagra_greve_por_tempo_indeterminado&id=335049

Proteção contra cola escolar


A Universidade Kasetsart, em Bangcoc, na Tailândia, criou uma espécie de chapéu para tentar impedir que os alunos colem durante a prova. O acessório é feito de papel e foi lançado em uma página no Facebook, segundo o site tailandês "Coconuts".
A imagem dos alunos usando o chapéu foi logo retirada do ar, mas um leitor conseguiu salvar a foto. Nela, é possível observar que o acessório evita que os estudantes olhem para a prova ao lado.
 http://educacao.uol.com.br/noticias/2013/08/15/alunos-de-universidade-na-tailandia-usam-chapeu-para-evitar-cola.htm

Covid-19 - MEC divulga diretrizes para volta às aulas presenciais nas Instituições Federais de Ensino

Acesse aqui o Documento  https://vps3574.publiccloud.com.br/cartilhabio.pdf