terça-feira, 27 de agosto de 2013

Criança que trabalha tem prejuízo escolar

Pesquisa da consultoria Tendências apresentada nesta segunda-feira pela Fundação Telefônica aponta que de cada quatro crianças que trabalham uma é prejudicada no desempenho escolar. De acordo com os estudos, o Brasil precisaria investir R$ 15 bilhões para erradicar o trabalho infantil, mas em 20 anos o ganho em renda média seria de R$ 35 bilhões.
Ao todo, há 3,7 bilhões de crianças e adolescentes de até 16 anos que trabalham no Brasil. Segundo o levantamento, no curto prazo, o trabalho prejudica o desempenho escolar das crianças: reduz em 17,2% a aprovação escolar, afeta o progresso educacional em 24,2% dos casos e ainda aumenta em 22,6% a evasão escolar. No longo prazo, a capacidade de acúmulo de capital humano é reduzida, o que também interfere no desenvolvimento da região e do país.
leia mais:
http://ultimosegundo.ig.com.br/educacao/2013-08-26/pesquisa-reforca-prejuizo-escolar-de-criancas-que-trabalham.html

Ministro decide por desobrigar Governo de MT a destinar 35% do orçamento à Educação

Airton Marques O governador Mauro Mendes (DEM) conseguiu, no Supremo Tribunal Federal (STF), suspender artigo da Constituição Estadual q...