sábado, 31 de agosto de 2013

Estudante de 11 anos é admitido em universidade do Texas

Com apenas 11 anos, Carson Huey-You é o aluno mais novo a ser admitido na história da Texas Christian University. Carson, que quer ser físico quântico, tem aulas de cálculo, física, história e religião no primeiro semestre da universidade.
O garoto tinha apenas 10 anos quando se candidatou para a graduação -- ele fez 1.770 pontos de 2.400 possíveis no SAT (espécie de Enem americano) e fala mandarim. A mãe dele afirma que o menino já lia livros com dois anos e fazia contas de multiplicação e divisão aos tr~es anos.
leia mais:
http://educacao.uol.com.br/noticias/2013/08/30/estudante-de-11-anos-e-admitido-em-universidade-do-texas.htm

Dormir para lembrar

Atravessar noites em claro, mesmo que seja estudando, não é a melhor forma para fixar informações. Quando somos privados de sono a capacidade de concentração, resolução de problemas lógicos e a memória operacional são prejudicadas. Mesmo as questionáveis pontuações de quociente intelectual (QI) diminuem significativamente quando a pessoa passa muito tempo acordada. “Um adulto em estado de vigília contínua por 21 horas tem aptidões equivalentes às de alguém alcoolizado a ponto de ser legalmente impedido de dirigir”, afirma o professor Sean Drummond, da Universidade da Califórnia em San Diego. Segundo ele, passar duas ou três noites seguidas dormindo tarde e acordando cedo pode provocar o mesmo efeito.

Um estudo recente realizado por especialistas da Universidade de Lubeck, na Alemanha, com 191 adultos, mostrou que dormir bem durante a noite é fundamental para nos lembrarmos melhor do que aprendemos. Os cientistas alemães realizaram especificamente dois experimentos. Num experimento foi pedido que cada participante memorizasse 40 pares de palavras; em outro, as pessoas deveriam participar de um jogo da memória. Em cada uma das atividades, metade dos voluntários era informada que faria testes para avaliação do aprendizado do dia dentro de dez horas, enquanto a outra metade fazia o teste de surpresa. Somente alguns voluntários puderam dormir durante o período entre as tarefas e a avaliação. Os autores do estudo descobriram que aqueles que descansaram obtinham melhores resultados nos testes de memória do que os que ficavam acordados, ainda que estudando.

leia mais:
http://www2.uol.com.br/vivermente/noticias/dormir_para_lembrar.html

“A educação das crianças hoje não pode ser a mesma que foi dada a seus avós”, Maria Pilar

Diferentemente da educação do passado, a escola contemporânea precisa articular diversos espaços para garantir a aprendizagem de seus alunos. Além de expandir o potencial criativo de crianças e jovens e criar laços com as famílias, as instituições de ensino do século 21 têm a tarefa de abrir suas portas e estabelecer parcerias e vínculos com as comunidades onde estão inseridas. Ou seja, a criança que entra na escola hoje não pode encontrar a mesma estrutura pedagógica de quando estudaram seus avós.
Esses são os desafios que Maria do Pilar Lacerda, diretora da Fundação SM e ex-secretária de Educação Básica do Ministério da Educação (MEC), cargo que exerceu entre 2007 e 2012, enxerga para o futuro da educação brasileira. Pilar participou da formulação do programa Escola Integrada, para o ensino fundamental de Belo Horizonte, que desde 2006 estende as oportunidades de aprendizagem para além da sala de aula, apropriando-se dos equipamentos urbanos disponíveis e aproveitando o potencial educativo existente no entorno das escolas.
Leia a entrevista: http://portal.aprendiz.uol.com.br/2013/08/22/pilar-lacerda-%E2%80%9Ca-educacao-das-criancas-hoje-nao-pode-ser-a-mesma-que-foi-dada-a-seus-avos%E2%80%9D/

Educação integral em tempo integral no DF

O Centro de Ensino Fundamental (CEF) Arapoanga, localizado em Planaltina, no Distrito Federal (DF), não toca sirene há 11 anos. Em vez do repetitivo alarme, a escola toca música para sinalizar o fim das aulas. “Como o bairro onde estamos é muito violento, sempre tem sirene de polícia e ambulância. Nós não tocamos para o aluno não identificar com aquilo que vê na rua”, explica Jordenes Ferreira da Silva, diretor da escola.

O CEF Arapoanga é uma das 23 instituições de ensino do DF escolhidas para a implantação do Programa de Educação Integral em Tempo Integral (PROEITI). Desde o início de 2013, 6.831 estudantes são atendidos em 231 turmas pelo projeto da Secretaria de Educação do estado. Segundo Jeovany Machado, coordenador estadual de Educação Integral, a pasta pretende dobrar o número de escolas no PROEITI em 2014. Nessa primeira etapa, foram escolhidas escolas situadas nas regiões de maior vulnerabilidade social e com altos índices de violência.
“Durante a construção do projeto, houve reuniões com a comunidade para explicar sobre essa nova forma de atendimento, para que eles pudessem sugerir atividades interessantes para que os estudantes da região se aperfeiçoassem”, relata Machado.

leia mais:
http://portal.aprendiz.uol.com.br/2013/08/28/educacao-integral-no-df-contempla-anseios-da-comunidade/

Ministro decide por desobrigar Governo de MT a destinar 35% do orçamento à Educação

Airton Marques O governador Mauro Mendes (DEM) conseguiu, no Supremo Tribunal Federal (STF), suspender artigo da Constituição Estadual q...