quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Seduc-MT enviará mensagem aos pais quando estudantes faltarem à aula

Yuri Ramires Seduc-MT 
Foto: Junior Silgueiro/Seduc-MT
Pensando na importância dos pais e responsáveis acompanharem de perto a rotina escolar de seus filhos, a Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer (Seduc) lançou o projeto de Correção de Fluxo, uma ação do eixo Ensino do Pró-Escolas. A partir do dia 21 de agosto, os pais dos alunos das escolas estaduais serão avisados por mensagem de texto, no celular, sobre as faltas dos filhos durante os dias letivos.
Desenvolvido pela Mira Educacional, parceira da Seduc no projeto, um aplicativo será disponibilizado aos professores, que terão acesso a um diário de classe eletrônico onde poderão lançar as notas e o controle de frequência dos alunos. Em tempo real, assim que for feita a chamada, o aluno faltoso terá os pais ou responsáveis avisados por meio de uma mensagem de texto no celular. Ao mesmo tempo, a Seduc também será avisada e saberá como anda a frequência de cada estudante.
Para o secretário de Estado de Educação, Esporte e Lazer, Marco Marrafon, a escola e a família devem andar juntas para melhorar não só a frequência, mas também a aprendizagem dos alunos.
“Muitas vezes, a infrequência precede a evasão, a desistência dos estudos, com consequências diretas no insucesso profissional e pessoal do jovem. A evasão gera a exclusão e praticamente mata uma biografia. Por isso nosso esforço de criar ferramentas que ajudem a manter o estudante na escola. A parceria com os pais é crucial”, disse o secretário.
Segundo a secretária adjunta de Gestão Educacional e Inovação da Seduc, Marioneide Kliemaschewsk, o projeto tem como objetivo fazer com que a escola e a família caminhem juntas. “Essas ações visam melhorar a aprendizagem dos estudantes e, para garantir isso, eles precisam estar na escola. O aplicativo vai ajudar também nesse quesito”, afirmou.
O projeto será aplicado, inicialmente, em 240 escolas, que atendem alunos do 6º Ano do Ensino Fundamental até o Ensino Médio. Para acessar o aplicativo, os professores não vão gastar o pacote de dados do celular, já que funciona em lugar sem Wi-fi ou 3G. As mensagens de texto encaminhadas aos pais também não vão gerar custos aos professores.
Cadastramento
Hesloan Maia, do Núcleo de Fluxo Escolar Pró-IDEB, comentou que, para o aplicativo funcionar, é necessário que os pais façam o cadastro. “A participação dos pais é essencial para o funcionamento da ferramenta. Portanto, eles precisam se cadastrar pelo Facebook, colocando o CPF e gerando uma senha, ou pelo telefone 0800 87 87 900. Em seguida, é só aguardar o projeto entrar em funcionamento para receber os acompanhamentos”, disse.
Maia explicou ainda que, se o aluno faltou a uma primeira aula de Língua Portuguesa, por exemplo, os pais e/ou responsável cadastrado receberão a mensagem informando que o aluno perdeu a aula da disciplina. O mesmo acontece caso ele falte à segunda, informando que ele perdeu duas aulas. “Caso ele falte a terceira, e só apareça depois, ele ganha falta pelo dia todo, tendo perdido metade do dia letivo. Ainda assim, os pais e/ou responsáveis serão avisados da situação”.
Anjos da Escola
O projeto Anjos da Escola será parceiro da Correção de Fluxos. O programa que está sendo implantado nas escolas visa a combater a indisciplina, a infrequência e a infração nas unidades de ensino.
Conforme a secretária Marioneide, o Anjos da Escola chega como uma das ações pensadas para melhorar a sociedade.
“Quando o aluno obtiver três faltas, ele passará pelo atendimento. Ele será ouvido pela mediação escolar junto ao Anjos. Ele será ouvido pela equipe, que vai tentar compreender qual o motivo das faltas. A perspectiva é resgatar esse estudante”.
Entre as escolas selecionadas para participar do projeto, estão a EE Presidente Médici, Liceu Cuiabano e André Avelino, em Cuiabá, além de outras pelo Estado.
Para acessar a lista de cadastro, clique aqui.
“Dia D”
Na próxima semana, a secretária Marioneide e a equipe de Núcleo Escolar Pró-IDEB vão percorrer quatro regiões de Cuiabá para apresentar o aplicativo para a comunidade escolar.
O primeiro encontro do Dia D será em 15 de agosto, na Escola Estadual Presidente Médici, às 9h, e vai envolver dez escolas da rede. Pais e professores vão poder interagir com a equipe da Seduc, tirando suas dúvidas e até mesmo fazendo seus cadastros no aplicativo.
mt.gov

Publicação ‘Políticas para o Ensino Médio e desigualdades escolares e sociais’

Na segunda-feira, 07 de agosto, aconteceu na Biblioteca Alceu Amoroso Lima, em São Paulo, o lançamento do livro ‘Políticas para o Ensino Médio e desigualdades escolares e sociais’, que apresenta pesquisa realizada pelo Cenpec (Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária), com apoio da Fundação Tide Setubal. A publicação é fruto da parceria com a Editora Moderna/Fundação Santillana.
Antonio Augusto Gomes Batista, Coordenador de Desenvolvimento de Pesquisas do Cenpec, apresentou as linhas gerais da pesquisa destacando os impactos da oferta concomitante da matrícula em tempo integral e parcial e suas consequências para o aumento das desigualdades e, como as percepções e reações das escolas contribuem para acirrar certas características das políticas.
A segunda etapa do evento expôs as mesas “Das políticas nacionais de educação à implementação nos estados”, com o secretário de Estados de Educação e Esporte do Acre, Marco Antônio Brandão Lopes e André Lázaro, diretor da Fundação Santillana, e a seguinte, “Como as políticas chegam às escolas”, composta por Cecília Resende, superintendente de Juventude, Ensino Médio e Educação Profissional da Secretaria Estadual de Educação de Minas Gerais e a diretora da Escola Estadual Oswaldo Catalano, Hélida Lança, com mediação de Paulo Saldanã, setorista de Educação do jornal Folha de S.Paulo e diretor da Associação de Jornalistas de Educação – Jeduca.
A publicação ‘Políticas para o Ensino Médio e desigualdades escolares e sociais’ tem como público-alvo gestores escolares e de secretarias de Educação e tem como objetivo contribuir para a reflexão e formulação de políticas para o Ensino Médio.

Cuiabá: Prefeito anuncia adequações e encaminha à Câmara projeto de Reforma da Previdência

CAROLINA MIRANDA O prefeito Emanuel Pinheiro assinou na manhã desta quarta-feira (11), o projeto de Lei Complementar que trata da adeq...