terça-feira, 1 de dezembro de 2015

OBMEP: Mais de 600 estudantes mato-grossenses são premiados


Alunos da rede estadual conquistam três ouros, cinco pratas e 361 bronzes. Outros 361 receberam certificado de Menção honrosa.
Viviane Saggin | Seduc-MT

Mais de 600 estudantes mato-grossenses foram premiados - Foto por: Assessoria/Seduc-MT
Mais de 600 estudantes mato-grossenses foram premiados
A | A
Mais de 600 estudantes mato-grossenses foram premiados na 11ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep 2015). Na rede estadual, 45 alunos conquistaram medalhas, sendo três de ouro, cinco de prata e 37 de bronze. Além disso, outros 361 alunos da rede receberam menção honrosa e onze escolas e onze professores foram premiados.

Os participantes são divididos em três níveis, de acordo com o seu grau de escolaridade: nível 1, alunos matriculados em 2015 no 6º ou 7º ano do Ensino Fundamental; nível 2 – alunos matriculados em 2015 no 8º ou 9º ano do Ensino Fundamental; e nível 3 – alunos matriculados em 2015 em qualquer ano do Ensino Médio.

As medalhas de ouro, no nível dois, foram conquistadas pelos alunos Rafael Henrique Schmidt, da Escola Estadual Dr. Anísio José Moreira, de São José do Rio Claro, Erick de Freitas Mascarenhas, da Escola Wilson de Almeida, de Nova Olímpia, e Wender Junior Borges Campos, Escola Profa. Renilda da Silva Moraes, de Rondonópolis.

Na categoria prata, no nível 1, foram premiados os estudantes Júlio Cesar Jauer, da Escola Rui Barbosa, de Nova Mutum, e Gabriel Aldo S. Vieira Pereira, de Poxoréu; no nível 2, Kevin Marques de Souza, da Renilda Silva Moraes, de Rondonópolis; e no nível 3, Jhonny do Nascimento Alves, da Escola Padre Tiago, de Mirassol D´Oeste, e Gabriel Carlos Serafim, da Nilza de Oliveira Pipino, de Sinop. 

Já o bronze foi conquistado por 15 estudantes, no nível 1, 12 no nível 2 e 10 no nível 3, de diversos municípios mato-grossenses. Rondonópolis se destaca com 11 alunos premiados na categoria.  O certificado de Menção Honrosa foi emitido para 361 jovens, sendo 119 no nível 1 e 242 no nível 2.

Aos alunos premiados na OBMEP 2015 com medalhas de ouro, prata ou bronze e matriculados em escolas públicas, em 2016 será oferecida a oportunidade de participar do Programa de Iniciação Científica Júnior (PIC-OBMEP). A participação no PIC dá direito a uma bolsa de Iniciação Científica Jr. do CNPq. A estrutura e o planejamento do programa serão definidos e divulgados no início de 2016.

Trabalho coletivo

A pequena Escola Estadual de Campo João Borges Vieira, localizada na comunidade de Aparecida do Leste, município de Poxoréu, participou pela primeira vez da Obmep este ano e teve dois alunos premiados. Gabriel Acássio Correia, do 7° ano do Ensino Fundamental, arrebatou medalha de prata, nível 1, e Leonardo Ferreira da Silva, do 9º ano do Ensino Fundamental, ficou com a medalha de bronze, nível 2. Com os resultados das provas, em suas modalidades, os alunos ficaram em 2ºlugar e 17º lugares, respectivamente, entre todos os mais de 600 estudantes participantes do estado.

Para a diretora, Elizângela Aparecida de Jesus Acássio, a conquista dos estudantes é uma honra para o estabelecimento de ensino, que é muito pequeno e atende no sistema multisseriado, e representa o trabalho coletivo desenvolvido na instituição. “Essa premiação significa muito para a escola, e demonstra todo o envolvimento dos professores de todas as áreas, dos pais e da dedicação dos alunos”, afirmou.

Escolas e professores

A premiação de professores e escolas é vinculada à premiação dos alunos. Na rede estadual de Mato Grosso foram premiados 11 professores, sendo um com tablet, diploma e CD com as edições da Revista do Professor de Matemática (RPM-SBM), e 10 com diploma de homenagem e CD da RPM. Já as 11 escolas receberam kit de material didático. 

OBMEP

Atividade do Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (IMPA), a OBMEP tem como objetivos incentivar o estudo da matemática e revelar talentos.
Em 2015, a Olimpíada teve o maior número até então de escolas e municípios participantes. Foram inscritos 47.582 escolas de 5.538 cidades (o que corresponde a 99.48% dos municípios de todo o país). Já o número de estudantes inscritos totalizou 17.970,745.

A prova da 1ª fase aconteceu no dia 2 de junho. Os alunos com melhor pontuação (aproximadamente 5% de cada escola) se classificaram para a 2ª fase. Cerca de 900 mil alunos foram selecionados para a prova da etapa decisiva, que ocorreu no dia 12 de setembro. Com duração de três horas, a prova da 2ª fase da OBMEP foi composta de seis questões discursivas, nas quais os alunos tiveram de expressar de forma clara os cálculos e o raciocínio empregado.

A correção foi realizada em duas etapas – a primeira, regional, por professores universitários indicados pela coordenação da Olimpíada, e a segunda, nacional, por um grupo de professores supervisionados pelo Comitê de Provas da OBMEP.
Iniciada em 2005, a OBMEP é promovida com recursos do Ministério da Ciência e Tecnologia e Inovação (MCTI) e do Ministério da Educação (MEC), e conta com o apoio da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM).

A lista com alunos, professores, escolas e secretarias municipais de educação premiados pode ser acessada em www.obmep.org.br

http://www.mt.gov.br/noticias/-/asset_publisher/Hf4xlehM0Iwr/content/mais-de-600-estudantes-mato-grossenses-foram-premiados?inheritRedirect=false&redirect=http%3A%2F%2Fwww.mt.gov.br%2Fnoticias%3Fp_p_id%3D101_INSTANCE_Hf4xlehM0Iwr%26p_p_lifecycle%3D0%26p_p_state%3Dnormal%26p_p_mode%3Dview%26p_p_col_id%3Dcolumn-1%26p_p_col_count%3D2

Piso salarial de professores da educação básica para 2020: R$ 2.886,24

Dyelle Menezes, do Portal MEC O piso salarial dos profissionais da rede pública da educação básica em início de carreira foi reajustado...