segunda-feira, 3 de outubro de 2016

Língua Portuguesa: Comissão Julgadora Estadual seleciona textos em Cuiabá

Aline Coelho Seduc-MT 

Os avaliadores da Comissão Julgadora Estadual da Olimpíada Brasileira de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro se reuniram em Cuiabá, na sexta-feira (30.09). O grupo, formado por docentes especialistas em Língua Portuguesa, realizou a seleção dos textos que passarão para a etapa regional da 5ª edição do concurso, que traz o tema “O lugar onde vivo”.
Essa segunda etapa é presencial e reúne todos os avaliadores para discutir discrepâncias de cada gênero linguístico. Para selecionar os finalistas, os educadores avaliaram os critérios descritos no Regulamento da Olimpíada e a melhor representatividade de Mato Grosso. A primeira fase do trabalho da comissão foi realizada à distância, de modo virtual, momento em que cada texto foi lido por, no mínimo, dois avaliadores, durante os dias 16 e 28 de setembro.
A colaboradora do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec), Maria Tereza Antônia Candia, explica que para participar da Olimpíada é necessário que o professor inscreva a ele mesmo e as turmas nos quatro gêneros. Sendo eles Poema (para estudantes do 5º e 6º anos do Ensino Fundamental); Memórias literárias (para estudantes do 7º e 8º Anos do Ensino Fundamental); Crônica (para estudantes do 9º ano do Ensino Fundamental e 1º ano do Ensino Médio); e Artigo de Opinião (para estudantes do 2º e 3º anos do Ensino Médio).
“A comissão seleciona os melhores textos de cada unidade. A próxima seletiva é realizada pela Comissão Municipal que repassa os escolhidos para a Comissão Estadual”, ressalta Maria Tereza.
Esse ano, o grupo de julgadores de Mato Grosso recebeu 263 textos nas quatro categorias. Para a próxima etapa serão escolhidos os textos de três estudantes semifinalistas titulares e três suplentes em cada gênero. Os jovens, acompanhados do professor orientador, diretor da unidade escolar e um responsável participarão dos encontros regionais, realizados em novembro.
Durante esses encontros, realizados em São Paulo, Porto Alegre, Salvador e Fortaleza, os estudantes participam de oficinas de formação e criação, das quais serão selecionados os 20 finalistas. “Nessa fase, os professores orientadores também realizam relatos de práticas, que serão selecionados e premiados”, frisa a colaboradora.
Proficiência
Apesar do destaque do Programa Escrevendo o Futuro ser na Olimpíada, ele é composto por uma Formação continuada para professores de Língua Portuguesa. A formação à distância pode ser acessada por professores da rede, ou não, que se cadastrarem no site do Programa durante todo ano.
Em anos ímpares é realizada a formação presencial, enquanto nos anos pares acontece o concurso, momento para os professores exercem em sala de aula o que aprenderam durante a formação.  
Maria Tereza Antônia Candia lembra que o principal objetivo do Programa é o aprimoramento da didática dos professores. “Queremos que todos os estudantes ampliem a comunicação e expressão”.
Realizadores
A Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro é uma iniciativa do Ministério da Educação (MEC) e da Fundação Itaú Social (Itaú Social), com coordenação técnica do Cenpec. Ela conta com uma rede ancoragem formada pela Universidade Federal de Mato grosso (UFMT), Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer (Seduc-MT) e Secretaria Municipal de Educação de Cuiabá (SME).
Atuaram na Comissão Julgadora Estadual os professores Eliane Quinhone (SME/Cuiabá), Simone Padilha (UFMT), Leandro Resende (Seduc/MT), Ruth Moreira Xavier (Seduc/Cuiabá), Cesarina Benites Santos (Undime), Gláucia Ribeiro (Seduc/MT) Neiva de Souza Bueno (Seduc/Cuiabá/MT), Erica Meireles (Seduc/MT) e Maria Tereza Candia (Cenpec). 


http://www.mt.gov.br/-/5054292-comissao-julgadora-estadual-seleciona-textos-em-cuiaba

ENEM 2015: Resultado por escola do exame será divulgado em 4 de outubro

O resultado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) por escola de 2015 estará disponível para consulta no próximo dia 4 de outubro. As notas serão publicadas no portal do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão vinculado ao Ministério da Educação.

A classificação das escolas é definida a partir da média de desempenho dos alunos participantes do exame para cada uma das quatro áreas de conhecimento e redação, e pela distribuição percentual desses educandos. Só serão aprovadas instituições que tenham tido a participação mínima de 10 estudantes no Enem 2015 e que tenham atingido, pelo menos, 50% de taxa de participação.

São considerados participantes do Enem 2015 os estudantes que realizaram as quatro provas objetivas e a redação, que tenham atingido proficiências superiores a zero nas cinco áreas do exame e que tenham sido matriculados na terceira série do ensino médio, de acordo com o Censo Escolar 2015.

As normas estão definidas em Portaria publicada no Diário Oficial da União de quarta-feira, 28/09.

Acesse o portal do Inep


Assessoria de Comunicação Social

http://portal.mec.gov.br/component/content/article?id=39781

Covid-19 - MEC divulga diretrizes para volta às aulas presenciais nas Instituições Federais de Ensino

Acesse aqui o Documento  https://vps3574.publiccloud.com.br/cartilhabio.pdf