sábado, 22 de junho de 2013

Cerâmica de Cuiabá

Seo Clínio Moura, que ficou amassando barro em S. Gonçalo - Beira Rio, até 2008: o mestre, a referência para todos


SETEMBRO FREIRE


SILVA FREIRE


O poeta por ele mesmo em Silva Freire ─ social, criativo, didático (1986, p.323-331):
FICHA SEM TÉCNICA
─ SILVA FREIRE ─ Benedito (por promessa de vida ao Santo Pretinho)Poeta Silva Freire
                                Sant’Ana(homenagem à Santa de devoção)
                                da Silva (da Mamãe, Joanna Euphrosina da Silva Freire)
                                Freire (do Papai, Randolpho Rodrigues Freire).

─ Nascido no dia da Revolução Farroupilha, a 20 de setembro de 1928, em Mimoso - Terra de Rondon -, mudado para e registrado em Cuiabá, por causa das revoltas que, à época, morriam mesmo crianças e adultos.

─ Desde matunguinho pratica jornalismo cultural e poema moderno.

─ Advogado, se sente um vaqueiro do Direito Penal, aqui, no boqueirão da Amazônia.

Não tem “curriculum vitae”, só emoções petrificadas.
.......................

cuiabania 
(FREIRE, Benedito Sant’Anna da Silva. Trilogia Cuiabana: na moldura da lembrança, Wlademir Dias Pino (org.), Cuiabá: Edições UFMT, 1991, Volume 2, 208p.):

"- mas o que é cuiabania, afinal, poeta!?
- não é topônimo, é a sensação indizível, esse charivari
de-maçaroca-poética, daqui e daqui-prá-frente,
de quase três séculos de uma cidade mágica."


para saber mais, acesse

Manoel de Barros - historias da unha do dedão do pé do fim do mundo




saiba mais sobre  o cuiabano Manoel de Barros http://www.releituras.com/manoeldebarros_bio.asp

Congresso Nacional prorroga por 60 dias a suspensão das aulas

  VERSÃO CERTIFICADA     DIÁRIO COMPLETO     IMPRESSÃO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO Publicado em:  28/05/2020   |  Edição:  101   |  Seção: 1   |...