sexta-feira, 17 de abril de 2015

Representantes da Colônia Russa buscam recursos para escola em zona rural


Representantes da Escola Estadual Campo Massapé, localizada no município de Primavera do Leste, reuniram-se nesta quinta-feira (16.04) com gestores da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), para discutir sobre medidas de inclusão e desenvolvimento pedagógico.
 
A escola de zona rural atende 161 estudantes, dos níveis fundamental e médio, dos quais 70% fazem parte de uma colônia russa, existente na região. A comunidade foi formada, em meados da década de 70, quando algumas pessoas vieram ao Brasil em busca de melhores condições de vida e de acolhimento.
 
Aos poucos, foram se adaptando ao idioma e alguns costumes do país, porém eles ainda mantêm cultura, hábitos, língua mãe, religião e até mesmo suas vestimentas bem conservados. Esta é a dificuldade que eles têm encontrado em sua adaptação.
 
Segundo Larion Oshmukov, representante da comunidade, a maior dificuldade encontrada por parte dos educadores, que vêm de fora é a de entender e respeitar as diferenças. "Quem vem de fora, muitas vezes não consegue ter uma continuidade no trabalho. Isso acontece porque muitas vezes a pessoa não entende os nossos costumes e acaba não sabendo como trabalhar com nossos estudantes". Explica.
 
Ainda sobre a diversidade cultural, Gilberto Fraga, secretário-adjunto de Políticas Educacionais, destaca a importância do respeito à cultura alheia, em todos os aspectos necessários. "Nós somos diferentes desde o princípio e é nas diferenças que temos que encontrar as nossas semelhanças."
 
Além disso, a escola encontra-se em uma situação estrutural precária. "A unidade recebeu 24 aparelhos de ar condicionado, que já foram instalados, mas não funcionam devido à falta de estrutura elétrica. Eles exigem uma potência alta e, por isso, acabam enfraquecendo o sistema de energia elétrica de forma geral", explicou Elizânia Mendes da Silva, diretora da escola.
 
Uma visita dos representantes das Superintendências de Gestão Escolar, de Diversidade e de Infraestrutura e Monitoramento Escolar da Seduc foi agendada para o início do próximo mês, com o objetivo de analisar todas as dificuldades encontradas para obter uma tomada de decisão efetiva.

Lina Obaid
Assessoria Seduc-MT
http://www.seduc.mt.gov.br/Paginas/Representantes-da-Col%C3%B4nia-Russa-busca-recursos-para-escola-em-zona-rural.aspx

Ministro decide por desobrigar Governo de MT a destinar 35% do orçamento à Educação

Airton Marques O governador Mauro Mendes (DEM) conseguiu, no Supremo Tribunal Federal (STF), suspender artigo da Constituição Estadual q...