sábado, 7 de fevereiro de 2015

Governador afirma que Estado terá mania de educar

Taques participou de aula magna ministrada pelo senador Cristovam Buarque

Na aula magna que encerrou a Semana Pedagógica do Estado, o governador Pedro Taques garantiu que o foco do Poder Executivo será na educação. Na próxima semana começam as aulas de rede estadual de educação e nesta sexta-feira (06.02) os diretores, coordenadores pedagógicos e professores participaram da grande aula com o ex-ministro da Educação e senador pelo Distrito Federal, Cristovam Buarque, no teatro da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).

Taques disse que a missão do governo é ter mania por educação para que o Estado melhore os índices que avaliam o aprendizado dos alunos. “O nosso governo tem mania de educação, eu assumi um compromisso com o cidadão, o mesmo compromisso que também havia assumido com o senador Cristovam Buarque, que como governador teria mania de educação”, disse.

O governador destacou que na próxima semana vai percorrer escolas da rede Estadual para receber os alunos no retorno das férias escolares. “Semana que vem, no dia 09, terá início do ano letivo na rede do Estado. Como governador irei a várias escolas receber os alunos, os pais e também conversar com os professores, a merendeira e o porteiro para saber o que nós precisamos fazer todos os dias para que Mato Grosso possa ser um campeão nacional, além da produção de soja, do milho de pipoca e de gado bovino, mas também de cidadãos bem informados, daí a ideia deste momento”, afirma.

Entre as escolas que serão visitadas na próxima semana, uma fica no município de Acorizal (a 62 quilômetros de Cuiabá) e outra em Jangada (a 80 quilômetros de Cuiabá). As duas figuram na lista das unidades estaduais que tiveram os piores desempenhos do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

Taques destacou que o governo vai trabalhar pela valorização dos profissionais da educação tendo em vista que eles são fundamentais no processo de transformação da educação no Estado.

“Não há como transformar Mato Grosso sem que nós tenhamos a ajuda dos professores e dos profissionais da educação. Mato Grosso é um Estado de transformação. Isso não significa apenas a unidade federada, mas um estado de espírito. Nosso Estado ocupa a 25° colocação no Ideb. Nós temos, segundo o Ministério da Educação, o pior Ensino Médio do Centro-Oeste por conta da evasão e da reprovação. Precisamos discutir o sistema de ciclos aqui adotado, bem como a aprovação automática e a retenção, acontecimentos como este tem esse objetivo não vamos fulanizar a conversa, a quem praticou o erro, quem errou. Mas, sim a maneira que precisamos consertar esses erros”, garante.

Para o senador Cristovam, Mato Grosso precisa ser bom não só na exportação de matéria-prima, afirma que o Estado tem que exportar ciência e tecnologia. “Mato Grosso é um Estado firmado na área da agricultura e pecuária. Mas, tem que ser também na área do conhecimento. Temos que ter uma ‘fábrica de cérebros’, isso passa pela educação, universidade centros de tecnologia”, comenta.

Para ele, o professor precisa ter o seu trabalho reconhecido e a sua remuneração como uma das mais altas por conta da importância da classe. ​


THIAGO ANDRADE
Redação/Gcom-MT

http://www.seduc.mt.gov.br/Paginas/Governador-afirma-que-o-Estado-ter%C3%A1-mania-de-educa.aspx

Cristovam Buarque será colaborador da educação/MT


O senador Cristovam Buarque se colocou à disposição da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) para atuar como colaborador nas mudanças que estão sendo propostas pelo Governo no setor educacional de Mato Grosso.

Cristovam, idealizador do Bolsa-Escola e um dos grandes estudiosos da educação no país, esteve em Cuiabá nesta sexta-feira (06.02), onde participou de uma série de atividades com profissionais da educação. Ele proferiu a aula magna que marcou o encerramento do Semana Pedagógica da rede estadual de ensino. 

Autor de 20 livros, o parlamentar afirmou que tem todo o interesse de contribuir em estudos para melhorar a educação no Estado. Ele também se prontificou a indicar pensadores para ajudar neste processo.


“Vamos lembrar da responsabilidade de todos nós com o futuro de Mato Grosso, que já é um Estado fundamental na área da agricultura, na pecuária, mas tem que ser também um Estado fundamental na indústria do conhecimento. Temos que ter uma produção de cérebros e isso passa pela educação”, disse o senador.

Cristovam voltou a defender a federalização do ensino no país. “Por isso, a União tem que adotar as escolas em que os municípios não têm condições”.

O secretário de Estado de Educação, Permínio Pinto, lembrou que a preocupação neste momento está voltada à valorização dos profissionais e melhorar a qualidade do ensino. “Nossa estratégia é trabalharmos para termos uma gestão mais próxima dos municípios”.

Conforme ele, o desafio também é trazer de volta para o convívio escolar as famílias. “Precisamos mobilizar os nossos conselhos para que possa fiscalizar a todos nós gestores”, enfatizou Permínio.


ASSESSORIA
Seduc            

http://www.seduc.mt.gov.br/Paginas/Cristovam-Buarque-ser%C3%A1-colaborador-da-educa%C3%A7%C3%A3o-em-.aspx

Cuiabá: Prefeito anuncia adequações e encaminha à Câmara projeto de Reforma da Previdência

CAROLINA MIRANDA O prefeito Emanuel Pinheiro assinou na manhã desta quarta-feira (11), o projeto de Lei Complementar que trata da adeq...