sábado, 24 de agosto de 2013

UFMT Doutorado e Mestrado em Educação

Programa de Pós-graduação em Educação (PPGE) da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) oferece 47 vagas para o Mestrado em Educação nas seguintes linhas de pesquisa: Culturas Escolares e Linguagens; Educação em Ciências e Educação Matemática; Organização Escolar, Formação e Práticas Pedagógicas; Cultura, Memória e Teorias em Educação; Movimentos Sociais, Política e Educação Popular. Outras 11 vagas são abertas para o Doutorado em Educação nas linhas de pesquisa: Movimentos Sociais, Política e Educação Popular; Cultura, Memória e Teorias em Educação; Organização Escolar, Formação e Práticas Pedagógicas. 
As inscrições poderão ser feitas no período de 01 a 11 de outubro. Será cobrada uma taxa de R$132,64. Os interessados deverão procurar a secretaria do PPGE, no Instituto de Educação (IE), sala 69, das 8h às 11h e das 14h às 17h. Os candidatos deverão comprovar ou obter proficiência em um idioma estrangeiro (inglês, francês ou espanhol), para o Mestrado e dois, sendo o inglês obrigatório, para o Doutorado. O resultado das inscrições deferidas será divulgado no dia 23 de outubro.
O processo de seleção será realizado por meio de prova escrita (dia 04 de novembro) e arguição (25 a 29 de novembro). O resultado final será divulgado no dia 11 de dezembro e o início do período letivo no dia 17 de março de 2014.

Confira a íntegra do edital.
http://ufmt.br/

Muito antes do celular

Basta olhar com um pouquinho de atenção para o mundo à nossa volta e fica fácil perceber: as tecnologias de comunicação estão cada vez mais presentes em nossas vidas. Telefones celulares com mil e uma funções, internet rápida, tablets, conexão sem fio… Enviar e receber informações é o que está por trás de todas essas invenções.
Cerca de 400 anos atrás, para uma mensagem sair de um lugar e chegar a outro, ela precisava ser escrita em um papel, que era transportado por um mensageiro do lugar onde a coisa aconteceu até o lugar onde estava a pessoa que seria informada sobre aquilo. 
Leia mais: 
http://chc.cienciahoje.uol.com.br/muito-antes-do-celular/

Envolvimento de toda a escola determina sucesso de Um Computador por Aluno

As experiências bem-sucedidas do projeto Um Computador por Aluno têm, pelo menos, alguns pontos em comum. O primeiro é terem sido abraçadas por todos os envolvidos no processo: alunos, professores, coordenadores, diretores, secretários, prefeitos. Depois, a transformação do programa em política pública local aparece como ponto crucial para o sucesso da iniciativa nesses estados e municípios.
Na avaliação do professor Gilberto Lacerda, do Departamento de Métodos e Técnicas da Faculdade de Educação da Universidade de Brasília (UnB), só quando diferentes esferas administrativas são envolvidas em um processo como esse há chances de sucesso. “Se um novo prefeito não se interessa pelo projeto vai tudo por água abaixo. As experiências que funcionaram têm esse apoio”, comenta.
Leia mais:
http://ultimosegundo.ig.com.br/educacao/2013-08-24/envolvimento-de-toda-a-escola-determina-sucesso-de-um-computador-por-aluno.html

Queimadas em terras Xavantes

O fogo já destruiu um quinto da reserva xavante Marãiwatsédé, em Mato Grosso, no que algumas autoridades suspeitam que seja uma vingança de não-índios desalojados no ano passado dessa região produtora de soja e gado.
Imagens de satélite feitas na última semana mostraram que mais de 400 incêndios foram iniciados no território indígena, segundo a Funai (Fundação Nacional do Índio).
A reserva Marãiwatsédé se tornou um caso emblemático das crescentes tensões no Brasil entre índios e fazendeiros, que têm explorado novas áreas na esperança de lucrar com a crescente produção de milho, soja e outras commodities nos últimos anos.
leia mais: http://noticias.uol.com.br/meio-ambiente/ultimas-noticias/redacao/2013/08/23/incendios-queimam-terra-xavante-no-mt-funai-suspeita-de-retaliacao.htm

Educadores: orientem os pais a vacinarem seus filhos

As 86 unidades básicas de saúde de Cuiabá estarão abertas neste sábado (24) para realizar o dia “D” da Campanha de Atualização da Vacinação Infantil, lançada pelo Ministério da Saúde em todo o país, no período de 24 a 30 de agosto.

O objetivo é vacinar as crianças menores de cinco anos que não estiverem com a caderneta em dia. Por isso, é importante que os pais levem a caderneta de seus filhos para atualização.

Na campanha, serão oferecidas todas as vacinas do calendário básico infantil: BCG, hepatite B, penta, inativada poliomielite (VIP), oral poliomielite (VOP), rotavírus, pneumocócica 10 valente, meningocócica C conjugada, febre amarela, tríplice viral (sarampo, rubéola e caxumba) e DTP (difteria, tétano e coqueluche).
http://www.midianews.com.br/conteudo.php?sid=3&cid=170184

UNEMAT Mestrado em Educação

O programa de Pós-graduação em Educação da Universidade do Estado de Mato Grosso, oferecido no campus de Cáceres, divulgou dois editais de seleção para ingresso de novos alunos para início das aulas em 2014. As inscrições serão feitas no período de 02 a 30 de setembro deste ano. 
O primeiro edital oferta 20 vagas para novos alunos em duas linhas de pesquisa: “Educação e Diversidade” e “Formação de Professores, Políticas e Práticas Pedagógicas” e são abertas para qualquer candidato com nível superior.
leia mais: http://www.novoportal.unemat.br/index.php?pg=noticia/8240/Unemat%20abre%20processo%20seletivo%20para%20mestrado%20em%20Educa%E7%E3o#.UhgklpLVAZ4

Comissão da Câmara Federal aprova Passe Livre Estudantil

A Comissão de Viação e Transportes aprovou hoje projeto (PL 79/11) que cria o Programa Nacional do Passe Livre Estudantil. O programa beneficiará alunos dos ensinos público e privado com a isenção total do pagamento de transporte público coletivo. A tarifa zero para o transporte público tem sido o esteio das manifestações populares que começaram a ocorrer em junho deste ano.
Segundo a proposta, a União, por meio do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), vai conceder subvenção financeira, em caráter suplementar, ao Distrito Federal e aos municípios que aderirem ao programa.
O projeto determina que o repasse dos recursos financeiros será calculado com base no número de alunos beneficiados pelo programa, observada a contrapartida do município ou do Distrito Federal.
leia mais:
http://www2.camara.leg.br/camaranoticias/noticias/TRANSPORTE-E-TRANSITO/449887-COMISSAO-APROVA-PASSE-LIVRE-ESTUDANTIL.html

Ministro decide por desobrigar Governo de MT a destinar 35% do orçamento à Educação

Airton Marques O governador Mauro Mendes (DEM) conseguiu, no Supremo Tribunal Federal (STF), suspender artigo da Constituição Estadual q...