segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Transtornos de aprendizagem: Conheça lições de superação

Conheça as histórias de quem vive e vence, dia após dia, as dificuldades impostas pelos transtornos de aprendizagem, que afetam 17% da população mundial

João Loes


“Tá vendo, mãe - eu sou boa!”
Beatriz Sandoval, 11 anos, foi diagnosticada com dislexia e discalculia em agosto de 2016. Desde então, o colégio onde ela estuda adaptou suas provas e, em disciplinas como a matemática, suas notas saltaram de 3 para 9. Confiante, ela está mais feliz do que nunca e motivada para frequentar a escola.

Aprender não é fácil e são poucas as crianças que completam o período escolar sem ter que vencer ao menos uma grande dificuldade. Pode ser durante a alfabetização, quando boa parte dos recursos do cérebro são instados a funcionar em harmonia para dar sentido às letras. Ou na hora de compreender e agrupar os números, associando-os à ideia de quantidade. Há ainda quem tenha sofrido para conseguir traçar, no papel, as letras que compõem as palavras de um ditado e os que penaram para organizar as sílabas dessas mesmas palavras na hora de pronunciá-las. “Vencer obstáculos faz parte do processo de aprendizado”, diz Monica Weinstein, fonoaudióloga e doutora em Distúrbios da Comunicação Humana pela Unifesp (Universidade Federal de São Paulo). “Para a maioria dos alunos em idade escolar, esses contratempos passam.”

Para alguns, porém, os obstáculos não passam. Pelo contrário, se exacerbam e mal respondem aos recursos usados para remediá-los, como a revisão de conteúdo e o reforço escolar. Nesses casos, há que se considerar a possibilidade de um transtorno de aprendizagem (TA) (leia quadro na página 59). O TA é uma inabilidade específica e permanente manifestada, principalmente, na dificuldade com a leitura (dislexia), a escrita (disgrafia) ou a matemática (discalculia). Entre 5% e 17% da população mundial têm o transtorno, sendo que a dislexia é o mais comum, respondendo por 80% dos diagnósticos. Há suspeita de que sejam hereditários, por terem um componente genético. Sabe-se, também, que embora eles alterem os caminhos neurais usados no aprendizado, podem ser contornados.
“Quem tem um TA é tão ou mais inteligente do que quem não sofre com o transtorno”, diz Rosemari Marquetti de Mello, 55 anos, psicóloga, ex-presidente da Associação Brasileira de Dislexia (ABD) e, ela mesma, disléxica. Testes com quem foi diagnosticado e recentes pesquisas feitas a partir de imagens por ressonância magnética do cérebro comprovam o que diz Rosemari e mostram que, com a adaptação nos métodos de ensino, boa parte dos que tem um transtorno de aprendizagem dá conta da rotina escolar.
Leia mais: http://istoe.com.br/licoes-de-superacao/

Secretário de Educação do Ceará é eleito presidente do Consed

"Ser presidente do Consed no momento da reforma do Ensino Médio exige do presidente muito diálogo", destacou Idilvan Alencar

O secretário de Educação do Ceará, Idilvan Alencar, foi eleito presidente do Consed para o biênio 2017-2018. A escolha se deu no fórum de secretários, que ocorre em Brasília até esta sexta-feira, 17. Ele disputou a presidência com o secretário de Educação do Distrito Federal, Júlio Gregório Filho numa eleição bastante acirrada. “Foi uma eleição difícil, voto a voto. E a primeira tarefa é a mais fácil. É preciso esquecer a disputa. Agora, eu sou o presidente dos 27 secretários’, destacou Alencar.
O novo presidente agradeceu a confiança dos secretários que acreditaram no seu nome. “A confiança para exercer uma missão tão nobre em um momento tão importante. Eu tenho a exata dimensão dessa responsabilidade. Ser presidente do Consed no momento da reforma do Ensino Médio exige do presidente muito diálogo. Tem questões específicas de cada estado que é preciso considerar, então é dessa forma que eu pretendo conduzir a presidência”, continuou o secretário.
Idilvan também falou que a palavra de ordem da sua gestão será “cooperação”.  “Quero levar adiante a ideia de cooperação entre os estados, principalmente no desafio de implantar a reforma do Ensino Médio. Nesse aspecto, inclusive, tenho uma posição muito clara. O presidente não terá uma posição individual. A minha posição a partir de hoje é coletiva. Em que pese o que eu já falei sobre a reforma, nesse momento, teremos um processo maior”, concluiu.
Com mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), o secretário Idilvan Alencar ocupou por 14 meses, entre 2015 e 2016, a presidência do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), do Ministério da Educação.
Especialista em engenharia de produção pela Universidade Estadual Vale do Acaraú (Uva) e especialista em política e administração tributária e marketing pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), ocupou também os cargos de secretário-executivo e adjunto da Secretaria de Educação do Ceará.
Idilvan Alencar sucede o secretário de Educação de Pernambuco, Fred Amancio, que decidiu não concorrer à reeleição devido a compromissos em seu estado.

http://www.consed.org.br/portal/noticia/secretario-de-educacao-do-ceara-e-eleito-presidente-do-consed

SEDUC adia início das matrículas WEB 2017


A Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer (Seduc-MT) adiou para esta terça-feira (21.02) o início das matrículas de novos alunos e transferências para o ano letivo de 2017 em 381 escolas estaduais - que encerraram o ano letivo de 2016 em 31 de janeiro de 2017. O procedimento online, destinado para otimizar as inscrições, pode ser realizado a partir das 8h.
Inicialmente planejado para começar nesta segunda-feira (20), o processo de matrículas teve que ser adiado em razão de problemas na rede de internet da Seduc. Como o sistema apresentava instabilidade, a Seduc decidiu adiar o início das matrículas, para que todos os problemas sejam sanados.
Para solicitar uma vaga, pais ou responsáveis devem realizar primeiramente um cadastro simples. Basta acessar o endereço eletrônico matricula.seduc.mt.gov.br, criar usuário (será o e-mail) e login, preencher dados pessoais (CPF e RG) e telefone para contato. Caso a pessoa já tenha realizado alguma solicitação anterior, o usuário continua o mesmo e se a senha foi esquecida, existe a opção de recuperação.
Realizado o cadastro, o segundo passo será efetuar a solicitação de matrícula no sistema. “Após solicitar a vaga, os pais ou responsáveis deverão ir até a unidade escolar para efetivar o registro com entrega dos documentos do estudante na escola”, explica o gerente de Suporte à Gestão Escolar, Hesloan Maia.
http://www.mt.gov.br/-/5850140-inicio-de-matriculas-online-na-rede-estadual-e-adiado-para-terca-feira

Quais são as melhores cidades no mundo para se estudar?


Além de Montreal (foto), o Canadá tem Vancouver e Toronto na lista
Qual é a melhor cidade do mundo para ser estudante?
De acordo com o ranking 2017 das melhores cidades universitárias, realizado pela consultoria britância Quacquarelli Symonds (QS), trata-se de Montreal.
A cidade canadense desbancou Paris, que perdeu pela primeira vez em quatro anos a liderança do ranking, ficando em segundo lugar dentre as 100 cidades que fazem parte da lista.

O Brasil aparece no ranking representado por duas cidades: São Paulo (69º) e Rio de Janeiro (94º). A capital paulista caiu seis posições em relação ao último levantamento, de 2016, enquanto o Rio de Janeiro fez sua estreia na lista.

Veja matéria completa: http://www.bbc.com/portuguese/geral-39002711

Ministro decide por desobrigar Governo de MT a destinar 35% do orçamento à Educação

Airton Marques O governador Mauro Mendes (DEM) conseguiu, no Supremo Tribunal Federal (STF), suspender artigo da Constituição Estadual q...